Traduções

Tradução – 16

06.jpg

“Se a estabilização não é totalmente positiva, nem tampouco o sobrecarregamento e a atrofiação, então na G.E não existe positividade alguma? Esta é a dúvida que eu espero do leitor. Pois sabemos que possivelmente vão se confundir e até esquecer o objetivo teórico que nos centramos da criatividade. A G.E existe e tem inúmeras positividades. Contudo, estamos a falar de sua funcionalidade para aqueles que não são criadores, tanto quanto as possibilidades de diversificações sobre os níveis de criatividade. Lembrem-se, teoria da Limitação Criativa. Com uma grade estabilizada, a lei que moldamos lá em cima não entra em tona.”

G.E= Grade Estabilizada

Tradução: Abel Seth

Anúncios
Traduções

Tradução – 15

04.jpg

Apelemos agora para o outro ponto de vista, não faz sentido uma pessoa no C.F ou Contínuo Ilusório já ter migrado sobre o C.D ou Contínuo Paradoxal, pois quem descobre uma mina de ouro não ignora e a põem de lado. Se o ser humano é dotado de uma inteligência diferenciada dos outros animais, então convém salientar que o aprimoramento da mesma, estando alinhada e vinculada ao C.D e seu Contínuo Paradoxal, faz com que a pessoa que ali se incute perceba que este realmente é o verdadeiro sentido da vida e a causa de viver, portanto, aqueles que se encontram longe dessa primazia, estão muito mais iludidos e alienados que os outros.

Em respeito a dissimulação dos que estão acima para poder se relacionar com o resto da massa e não ser atacada por ela, podemos perceber uma clara mensagem de Platão sobre este assunto.

C.F = Caminho Fácil
C.D = Caminho Difícil

Tradução: Abel Seth

Traduções

Tradução – 14

03.jpg

[..] conhecimento e sabedoria, deixando de procurar a verdade máxima, fazendo mais parte do caminho fácil do que do difícil. Estaria o próprio Cristo fazendo alusão as consequências de não ir atrás da verdade?

Em suma, caminho fácil é aquele extremamente mecanizado isento de qualquer criatividade ou pensamento diferente que lhes traga dúvidas e dificuldades, é aquela rota que sempre segue linhas já estabelecidas. E, para seguir essa estabilidade isenta da investigação, não precisa ser apenas um sujeito que não corre atrás de encontrá-la, um ignorante; pseudo-filósofo; cético ateísta ou religioso; poder-se-ia ver que até mesmo os prodígios e autodidatas costumam seguir o caminho fácil. Assim, observar-se-á uma passagem do livro “Cinco mentes para o futuro”, de Howard Gardner:

“Curiosamente, os prodígios em uma esfera raramente acabam sendo criadores. Desde muito pequenos, os prodígios são recompensados por fazer exatamente o que os adultos em seu campo estavam fazendo, de forma que é necessário refazer a si mesmo – em uma brusca mudança de objetivos, orientação e motivação – para partir em direções novas e inexploradas. de Camille Saint-Saëns, um prodígio musical já com idade, que nunca realizou completamente sua promessa inicial, foi dito espirituosamente: “Ele tem tudo, mas falta-lhe inexperiência”.

Tradução: Abel Seth

Traduções

Tradução – 13

02.jpg

A

LOUCURA

13/07/2014

SUMÁRIO

PREFÁCIO

CAPÍTULO I – APRESENTAÇÃO
CAPÍTULO II – DA NATUREZA DOS VÍNCULOS
CAPÍTULO III – DOS HOC HOMENS QUE LIGAM-SE AOS VÍNCULOS
CAPÍTULO IV – REPRESENTAÇÃO SIMBÓLICA DAS LEIS VINCULATIVAS E SUAS VIRTUDES
CAPÍTULO V – DAS TRÊS LEIS DE ENZO E DAS VÍNCULOS A PRIORI
CAPÍTULO VI – DOS VÍNCULOS A LOUCURA

Curiosidades: O Brvno escreveu: “U PRIORI” mas o (U) está em forma de (A).

Tradução: Abel Seth

Traduções

Tradução – 12

01.jpg

[..] criação de um vínculo que ainda não existe costuma ser saudável para o criador, pois aquele que cria tende a obter vínculos mais originais do que o homem que se deleita com um elo já originado. Pois vai de frente com as leis do universo, onde tudo é relativo e está em eterna mudança. Tais teorias foram defendidas pelo filósofo grego pré-socrático Heráclito de Éfeso, que dizia que tudo estava em mudança. O homem ocioso deleita-se sobre o fracasso, já o criador encontra em seus próprios inventos, que são frutos de suor e dedicação, a própria virtude.

Acredita-se, hoje, que cerca de 8 mil anos atrás o homem desenvolveu a linguagem escrita. E que, dado a isso, a complexidade, ou número de bits de informação no DNA tenha crescido enormemente a ponto de causar a grande mudança no intelecto e desenvolvimento do ser humano. A criação de vínculos pelo homem sofre um contínuo. Isso prediz que a cada minuto que se passa no início do século XXI nós estamos gerando centenas de vínculos novos, recheados das mais diversas idéias, conceitos e informações. Talvez, sugiro eu, quanto mais vínculos novos dotados de informações forem surgindo, mais os novos seres humanos nascerão com uma pré-disposição ou alteração genética para serem capazes de absorvê-los. Uma base que sustentaria a explicação do número de crianças com habilidades extraordinárias no mundo atual. Daí que se resulta a inevitável perfeição da natureza.

 Tradução: Abel Seth
Traduções

Tradução – 11

17796041_2302485559976686_7451215643947074104_n.jpg

Atrofiada
“Alguém um dia falou: ” A melhor maneira de atenuar o instinto é aprimorar o intelecto.” Decerto, acreditando ter sido Freud, a grade atrofiada dele neste intento. Ora, como terá o intelecto aprimorado se carece de informações, tal como as formas e os conhecimentos?
Na grade atrofiada estamos lidando com uma linguagem, a ignorância e carência de conhecimento rico, por conseguinte as consequências estão em ser facilmente estimulados pelo meio do seu redor. Assim como agir de maneira rude, bárbara e em prol dos seus interesses, excomungado a filosofia. Não obstante, todo caso merece exceção e nada deve ser generalizado. Não obstante, serve de antero à posição de que muitos, na grade atrofiada, acabam se tornando humildes, pessoas com muita serventia e _______. Pois que, pouca informação gera probabilidade de ficar na base da pirâmide financeira e social. Mas este tipo de humildade é justamente aquela que carece de aprimoramento cognitivo e se curva ante aos que sobrepujam-se, e quanto a isto torna-se perceptível para o curvo. Muito melhor seria a humildade aliada com uma alta barganha de informações e uma criatividade impetuosa. Pois quanto maior é o nível do saber de uma pessoa, mais valor da à humanidade que este corteja, tornando-se mérito pela prática que faz de suas teorias adquiridas.”

Tradução: Lucas Silveira

Traduções

Tradução – 10

17796493_2302343806657528_5889982072297872495_n.jpg17800106_2302343859990856_8200812724295574446_n.jpg

 

 

 

 

 

 

“Os da G.A, no que tange aos criadores, tem acesso tanto a natureza física – pelo fato da G.A ser progresso da G.E – quanto a natureza oculta, ou seja, ao mundo abstrato e subjetivo, ao adentramento no mundo das ideias de Platão. E a única maneira de ter acesso a isto é pela criatividade e pela da criação, utilizando-se mais do hemisfério direito. Recebendo menos influência dos estímulos externos como tentativa de manipular suas ações. Liberando a verdadeira contemplação da natureza e das coisas. Obviamente, isto diz respeito também a ter formas de pensamentos diferenciados.”